quarta-feira, 6 de julho de 2016

COLÉGIO ESTADUAL PRESIDENTE CASTELO BRANCO E CIPAVE: PASSOS DE SUCESSO EM PROL DA PAZ

Os primeiros passos foram dados ao projeto dos pais com a presença de toda comunidade escolar do maior educandário da 3ªCRE. Na manhã de sábado, 18, a comissão Cipave do Colégio Presidente Castelo Branco, composta por alunos, pais, professores, funcionários e representantes da direção, realizou um encontro. Na abertura do evento, a Diretora do educandário, Evenize da Costa Pires, destacou a importância da criação da Cipave, exigida por lei criada em 2012 pela primeira-dama do RS, Maria Helena Sartori.

De acordo com a Diretora, serão realizadas palestras com temas que possam auxiliar na prevenção de situações de violência na escola. A temática “Conhecer para prevenir” busca reforçar os princípios de convivência e agregar outros valores, como respeito, honestidade e solidariedade, que permeiam toda atividade humana.

Na sequência, foi realizada uma palestra dedicada aos pais e responsáveis, ministrada pela Delegada de Polícia Márcia Scherer, que tratou sobre o papel da família na construção dos valores dos jovens. 
Para a Coordenadora Adjunta da 3ª CRE, Greicy Weschenfelder, a escola é reconhecidamente um espaço privilegiado para a formação do cidadão e para trabalharmos os valores que estão perdidos. Ela ainda reforçou que as famílias têm um papel fundamental na construção desses princípios.

A comissão da Cipave do educandário é comandada por Evenize da Costa Pires (Presidente) e Jurema Ferreira de Oliveira (Vice-presidente) e tem como objetivo detectar e trabalhar com os estudantes questões relacionadas às habilidades sociais necessárias para o enfrentamento saudável das demandas do cotidiano, tais como autoconhecimento, relacionamento interpessoal e resolução de problemas. 

Além disso, a implementação do programa busca envolver a comunidade no auxílio à escola diante da realidade preocupante do aumento de situações de violência que ameaçam a integridade dos alunos, professores e, muitas vezes, do patrimônio público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário